Carta ao Menino Jesus

Menino Jesus:
Nasci na Índia. Sou, como sabes, portuguesa de Goa. Fui baptizada na Igreja da Santa Cruz, aos 15 dias de vida. Cresci na Tua Igreja, amando-Te e amando a Virgem, Tua Mãe. Enamorei-me de um português, casei e vim para Portugal. Cheguei a Lisboa, que era bem mais pequena e bem menos formosa que a minha Goa! Depois imigrei para o Minho – Viana do Castelo.
Das andanças para aqui chegar, da minha adaptação e dos inícios do meu trabalho como Professora de língua inglesa não é fácil falar!
A igreja que sempre frequentei foi a da Tua Mãe, Senhora do Carmo. Um dia encantei-me com um póster de um Menino Jesus, descalço, abrindo-me os bracinhos nus! A pintura atraiu-me! Pedi o póster, mas era único exemplar e não mo deram. Ofereceram-me, sim, um calendário do Menino Jesus de Praga, devoção que não conhecia. Pareceu-me, porém, que não devia levar o calendário sem mais. Por isso, aceitei-o, e com ele mais um bom punhado que distribui e vendi. Era amor ao Menino!
Fui professora em Viana e em Ponte de Lima. Entre os meus alunos tive alguns do Seminário do Carmo, hoje Teus sacerdotes! Como os estimo! Sempre que pude falei aos meus alunos do Menino Jesus, ofereci-lhes pagelas, novenas, calendários, pequeninas medalhas. A princípio não foi fácil, mas as coisas de Deus nem sempre são fáceis! Alguns quiseram pagar, mas não aceitei. Sugeri que o Delegado de Turma recolhesse os tostõezinhos, e fossem, depois, comigo, ao Carmo. Recebeu-nos o Pe Joaquim Teixeira com um grande sorriso, porque percebeu nas dádivas daquelas crianças uma pequena ajuda para as Missões de Moçambique. Aquilo encheu-me o coração, porque era Evangelho, era boa notícia em acção!
Sabes, um dia entrei numa loja, o rapaz reconheceu-me como a antiga professora de inglês, deu-me um beijo, abriu a carteira e mostrou-me a pagela do Menino Jesus de Praga que jamais o abandonara desde a pré-adolescência… São sinais, como sinais de gratidão foram as lágrimas de alegria que chorei no meu coração!
Entretanto, aposentei-me. Agora tenho mais tempo e menos forças. Continuo a falar de Ti, Divino Menino Jesus, e a levar à Tua festa, no Santuário de Avessadas, as catequeses da Sé de Viana, Senhora de Fátima, Areosa, Meadela e Tregosa! É uma alegria poder ser boa notícia para os nossos meninos aproximando-os de Ti, querido Menino Jesus de Praga! É alegria e evangelização! E quando não posso estar com os meninos para lhes falar de Ti, então vou adorar-Te na Santíssima Eucaristia, e digo-Te baixinho no meu coração: como gosto de Ti, meu Menino Jesus!

Lúcia Emília da Silva
Viana do Castelo, 86 anos
Professora

 

| 2017-06-06 |

 

| Lista das notícias | |